Paúl: instituições e sociedade civil assistem ao lançamento da versão impressa do estudo sobre crimes sexuais contra menores

Representantes de instituições e da sociedade civil da ilha de Santo Antão assistiram ao lançamento da versão impressa do estudo diagnóstico “O perfil dos condenados por crimes sexuais contra menores: Conhecer para melhor intervir”. O evento decorreu no passado dia 26 de Abril, no Salão Nobre da Câmara Municipal do Paúl.

No ato de abertura, a Presidente da Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania destacou a importância do estudo para se conhecer melhor o fenómeno dos crimes sexuais contra menores em Cabo Verde. “Esta pesquisa abre a possibilidade de novas abordagens, na medida em que questiona a existência ou não de alguma relação entre a personalidade e o crime de agressão ou abuso sexual. Leva-nos a perceber que entender os abusadores sexuais e as suas características, pode ainda favorecer a compreensão deste fenómeno tão complexo e pode ainda oferecer subsídios para ações de carácter interventivo, seja com vista ao atendimento do agressor, seja para investir na prevenção desse comportamento”, frisou Zaida Morais de Freitas.

No seu discurso, a Delegada do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente na ilha de Santo Antão recordou que os crimes sexuais contra crianças têm preocupado a sociedade, pelo que todos os contributos são importantes para a prevenção. Earcénia Nico deixou um apelo para a necessidade de todos estarem atentos à proteção das crianças.

O Presidente da Câmara Municipal do Paúl enalteceu o facto de a CNDHC ter escolhido o seu concelho para fazer o lançamento da versão impressa do estudo. António Aleixo Martins salientou o facto de o estudo chamar a atenção para a necessidade da prevenção dos crimes sexuais contra crianças implicar um trabalho junto das vítimas, mas também junto dos agressores.

O lançamento da versão impressa do estudo contou com o financiamento da Bornefonden, e resultou de uma parceria com a Câmara Municipal do Paúl e a Rede de Prevenção ao Abuso Sexual de Menores (RPASM).

 

O estudo foi apresentado por uma das consultoras Carla Carsino, representando a equipa constituída ainda por Dionara Anjos e Francisca Freyre. O ato contou com os comentários da coordenadora da RPASM, Soeli Santos, seguido de um intenso debate moderado pela Juíza da Comarca do Paúl, Adalgiza Santos.

Relacionados:

+ CNDHC lança estudo sobre condenados por crimes sexuais contra menores na Cidade do Paúl

United Kingdom gambling site click here