A “Pomba Crioula”

A escultura que simboliza o prémio é uma peça única, da autoria do conceituado artista plástico cabo-verdiano Leão Lopes, denominada “Pomba Crioula”. É composta por uma pomba ainda bebé, pousada num plinto, sugerindo jovialidade, esperança e utopia.

O artista inspirou-se no símbolo universal dos Direitos Humanos, que foi “crioulizado”, com o recurso a materiais e conceitos relacionados com a realidade cabo-verdiana, nomeadamente grés, caulinite de Santo Antão, latão e miolo de acácia. A peça foi confeccionada no Atelier Mar, em São Vicente, pelos mestres artesãos Albertino Silva, José Silva, Carlos Andrade e João Fortunato.

Leão Lopes, artista plástico natural da ilha de São Vicente, foi o autor do conceito da “Pomba Crioula”. Professor doutorado, tem desenvolvido uma intensa actividade nos vários domínios da criação artística, nomeadamente na Literatura, Artes Plásticas, Design e Cinema. Foi co-fundador do Instituto Universitário de Arte, Tecnologia e Cultura (M_EIA), e da ONG Atelier Mar, em actividade há 31 anos. 

United Kingdom gambling site click here